RESTAURO
BONHEUR DU JOUR

Esta Bonheur du Jour com aplicações de bronze dourado, deve muito ao marceneiro alemão David Roentgen, que trabalhou para as cortes francesa e russa - a estrutura arquitectónica e o design de gavetas escondidas são típicas do seu trabalho. 

A secretária-contador pode ter sido construída pelo aprendiz britânico John Oakley, que trabalhou algum tempo na oficina de Roentgen, em Neuwied, na Alemanha.

RESTAURO
CADEIRA JORGE IV

Uma cadeira de leitura ao estilo Jorge IV de madeira Mogno e cabedal, tradicionalmente utilizadas nas bibliotecas no século XVIII. 

Este exemplar é atribuído a Morgan & Saunders, um conhecido fabricante de “móveis

mecânicos”.

O leitor sentava-se na cadeira, voltado para trás, de modo a que as abas da casaca não se amarrotassem, utilizando a prateleira com dobradiça ajustável para apoiar o livro.

Muitas tinham uma pequena caixa para guardar o lápis.

RESTAURO
WOOTON

Nestas réplicas salienta-se a vistosa secretária “Wooton” de 1874, uma secretária de cilindro em madeira Nogueira, testemunha do intemporal charme britânico, que pertenceu William S. Wooton.

A frente abre e revela uma porta rebatível para escrever, compartimentos, gavetas e prateleiras. Tem embutido, em madeira Pau-Cetim e puxadores de latão moldado.

Eram populares estas secretárias de escritório até à década de 1890, altura em que nem as suas grandes dimensões conseguiram resistir ao enorme aumento de documentos gerados pela maquina de escrever.